Muelle-horizontal-web.jpg

A vida de Alec (Oliver Jackson-Cohen) em Inglaterra está a ruir, tal como a sua loja de reparações elétricas. Deve dinheiro às pessoas erradas, dorme com mulheres casadas e bebe como se não houvesse amanhã. Inesperadamente, surge um homem chamado Raymond (Jonathan Pryce) que afirma ser seu tio. Raymond tem uma proposta que permitirá a Alec recomeçar do zero: pagará todas as suas dívidas e em troca Alec terá de se mudar para a Nova Escócia durante um ano.

Ao chegar a Lunenburg, uma pequena cidade rural onde Raymond tem uma casa, conhece Cecilia (Camilla Luddington), a veterinária local com quem ele faz amizade e que se prontifica a ajudar a procurar emprego. Tentando astutamente atrair os habitantes da cidade, ele decide publicar num jornal local um anúncio onde diz consertar qualquer aparelho elétrico avariado. Mas o anúncio sai com um erro de impressão e parece que Alec afirma ser um verdadeiro curandeiro místico que trata pessoas. Os habitantes da cidade acorrem para contratar os seus serviços, mas Alec rejeita-os e explica o erro de impressão. O mais extraordinário e inexplicável é que aqueles que o visitam são curados das suas maleitas! O boato espalha-se: Alec cura realmente. Por mais que queira evitar que lhe atribuam quaisquer poderes curativos, continuam a ocorrer acontecimentos bizarros.

Os cães parecem absolutamente fascinados por ele; o padre da terra, Malloy (Jorge Garcia), sofre um ataque cardíaco, morre e ressuscita, e um velho surdo diz à mulher para parar de gritar com ele. Alec, em estado de choque, descobre o segredo da família: ele possui um dom... o dom de curar. É então que tem que fazer uma escolha consciente: aceitar ou rejeitar o dom. A chegada de Abigail (Kaitlyn Bernard), uma adolescente com cancro terminal e com grande sabedoria para a sua idade, proporciona a Alec uma última oportunidade para refletir sobre o propósito da sua vida.